8º Visões Urbanas – extensão regional, nacional e internacional

Em março de 2013 realizamos na cidade de São Paulo a oitava edição do festival Visões Urbanas. Artistas de outras cidades e países têm se apresentado em  São Paulo nas edições do Visões Urbanas e cada vez mais manifestam desejo de vir ao Brasil. O movimento contrario entretanto  nunca é realizado na mesma intensidade e as criações para espaços públicos tem tido poucas chances de se apresentar lá fora. Desde 2012 o Visões tem se aventurado em outras paisagens dentro do estado de SP.

Agora chegou o momento de Visões Urbanas visitar outras plagas ampliando e criando novas redes e conectando São Paulo com outras “cidades que dançam” no Brasil e em Portugal.

O VU irá  para Maceió, cidade que  possui uma intensa pesquisa de dança em espaços não convencionais e  para a cidade de Lisboa e Porto cujos festivais de dança há muito apresentam seus programas em lugares que acolhem os artistas lindamente.

Serão dias de compartilhamento de paisagens, danças, ideias e possibilidades e queremos convidar à todos para essa maravilhosa experiência de dançar a rua e ser tocado por ela.

Mirtes Calheiros
coordenadora artística
 

Sobre o festival

O festival Visões Urbanas é um encontro artístico tendo a dança como foco principal de sua programação. Criado em 2006, pelos artistas/pesquisadores Mirtes Calheiros e Ederson Lopes, o festival já contou com artistas de vários estados do Brasil e diversos países: Portugal, Espanha, França, Argentina, Uruguai, Turquia, EUA, Cuba, Alemanha, Bélgica e Itália.

Visões Urbanas integra a rede de festivais CQD – cidades que dançam / www.cqd.info conectando São Paulo a diversas cidades: Lisboa, Barcelona, Valparaíso, Manchester, Genova, Rioi de Janeiro, Zurich, Havana, Alegrete, entre outras.

 

Share

4 Responses to 8º Visões Urbanas – extensão regional, nacional e internacional

  1. Maria de Lourdes Tomé disse:

    Os campos de São Bernardo estão de bem abertos para a todos acolher, na pulsação de um acontecimento tão tocante e lindo, que somente um corpo vivo corajoso pode evocar.

  2. Lindacy Vasconcelos Soares disse:

    Um festival brilhante!Consegue sensibilizar e mostrar na individualidade de cada participante expressões e emoções individuais, que juntas e misturadas emociona e transmite a liberdade que existe em cada expressão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *